top of page

Sobre

Gabriel Cabral é artista visual, educador, editor e comunicador. Mescla estas frentes em uma mesma pesquisa artística que gira em torno das linguagens e dos processos criativos enquanto trata de variados temas, das dinâmicas sócio políticas, à efemeridades da vida, passando por narrativas oníricas. 

Vivencia a troca de conhecimentos e experiências como uma missão de vida. Há mais de 10 anos ministra cursos relacionados à imagem.


Publicou “02022020” (2020) e “Câmara Cega” (2021) pela Sô Edições, onde também atua como editor. Foi cofundador e editor da Revista Clan. Produz o No Programa de Hoje, podcast sobre artes visuais, linguagens e processos criativos. 

7C19EA1D-C229-4FD8-B81F-05AC7737A86A.JPG

Bio
 

Nasci em São Paulo em 1990, mas vivi minha infância em Valinhos, assistindo a animes, desbravando terrenos baldios e criando histórias para bonecos que viviam em caixas de sapato. ​Em 2006, a primeira câmera digital da família caiu em minhas mãos. Foi quando comecei a fotografar flores, besouros e prédios antigos enquanto voltava do colégio. Desde então, nunca deixei de ter uma câmera comigo, de colecionar e caçar o que me instiga no mundo ao meu redor. 
 

Depois, em 2012, me formei Bacharel em Fotografia pelo SENAC-SP e estudei cinema na Escola São Paulo. Desde 2010, tive uma gama de experiências profissionais na fotografia que me deram uma bagagem diversa e ajudaram a encontrar meu próprio caminho: breves atuações no fotojornalismo e dando assistência fotográfica em estúdio, com foco em retratos e still life, além de uma grande quantidade de eventos sociais e corporativos. Destaco principalmente minha experiência como assistente dos fotógrafos Claudia Jaguaribe e Everton Ballardin, que ampliaram muito minha visão sobre as artes.

Meu primeiro trabalho formal, no entanto, foi como professor de língua inglesa. O que, desde cedo, me revelou a enorme importância do compartilhamento de conhecimento, em especial no acesso às linguagens. Assim, há mais de 10 anos ministro cursos relacionados à imagem, tendo sido colaborador da Primelight Escola de Fotografia por 5 anos. Atualmente, produzo cursos de forma independente, atendendo também a convites de festivais e instituições de ensino, com foco no estudo da linguagem fotográfica, em processos de criação, além da elaboração de projetos autorais e publicações.


Parte importante da minha formação se deu por meio de participações em grupos e coletivos, com os quais vivi experiências que ampliaram meu repertório artístico e de vida. Em especial, Foto Protesto SP, selvaSP, Erro99, Sô Fotocoletivo, e co-fluir.

Desde Março de 2020 produzo "No Programa de Hoje", podcast com foco sobre fotografia e artes visuais. Em Setembro do mesmo ano contribuí na fundação da Clan, revista dedicada à fotografia familiar para a qual contribuí nos primeiros números. Também em Setembro de 2020 nasceu a Sô Edições, espaço em que atuo como editor de fotolivros. 

Essa bagagem heterogênea de experiências, encontros e formações pautam minha jornada pessoal e autoral, tão diversa e errante. Ao mesmo tempo que me oferece diferentes alicerces sob os quais construo minhas pesquisas e trabalhos, que seguem em constante mudança. 

 

Atualmente, vivo em São Paulo com minha amada companheira Lígia, nosso filho Zig e nossos gatos José Alfredo e Maria Marta.

Exposições
2023
• Bom Trabalho, Bom Descanso" - São Paulo/SP
• "Doces Sonhos"- São Paulo/SP
• "Acervo Do Artista"- São Paulo/SP
2021
• 
"Procura Se" - São Paulo/SP
2020
• "Encarnar"- Belo Horizonte/MG
• "Cosmos"- São Paulo/SP

Exposições Coletivas
2016
• 
"Existimos" quartoamado, Belo Horizonte/MG
• "Selvageria" - MIS-SP

Publicações
2020
"02022020" - Sô Edições
2021
"Câmara Cega" - Sô Edições

Publicações Coletivas
2023
• "Minhocão De Cima À Baixo" - Selo Vertigem
2020
"Acidentes Visuais" - Selo Turvo
"Av. Paulista: de ponta a ponta" - Selo Vertigem

 

bottom of page